Mantenha-se atualizado com a Netbhe! Assine nossa newsletter e receba conteúdos gratuitos feitos por especialistas.

Postagem Popular

Guia para usar o SEO

  Vamos a um passo a passo rápido para aprendermos a usar a ferramenta SEO:     1.Pesquisa por palavras-chave   O pri...

  • Larissa Maciel
  • 4º-jan-2022
  • Marketing

Fissuras na Vulva: Causas, Sintomas, Tratamento

  As fissuras na vulva são divisões dolorosas, fendas ou quebras nas membranas mucosas (pele) fora da vagina e nos lábios e...

  • 14º-out-2020
  • Bem- estar

Saúde é para quem?

Muito se tem falado e discutido sobre a saúde e sua acessibilidade. Essa discussão se tornou mais comum, após o quadro de pandemi...

  • 28º-dez-2020
  • Autoconhecimento

Guia para usar o SEO

  • Autor : Larissa Maciel
  • 4º-jan-2022
  • Marketing

 

Vamos a um passo a passo rápido para aprendermos a usar a ferramenta SEO:

 

 

1.Pesquisa por palavras-chave

 

O primeiro passo é selecionar as palavras-chave que levem seu site para as primeiras páginas dos mecanismos de pesquisa.

Isso permite que seu site seja encontrado mais facilmente quando os internautas estiverem pesquisando.

É essencial dedicar um tempo para identificar quais palavras-chave seu público-alvo audiência utiliza, onde o Google Adwords poderá te ajudar bastante.

Depois que essa pesquisa for feita, procure organizar as palavras-chave nas suas páginas para  que o Google compreenda qual é o assunto que está sendo falado, que é o tema principal do seu site.

Confira algumas dicas para fazer essa pesquisa:

 

  • Procure por palavras que tenham relação com seu conteúdo;

  • Verifique se são realmente procuradas por sua audiência;

  • Avalie se têm um valor comercial;

  • Analise se são de fácil entendimento.



2.Título

Como já foi dito, é imprescindível a presença da palavra-chave no título, pois é por meio dele que um potencial cliente vai saber que sua empresa existe.

Vale lembrar que o título não pode conter mais do que 65 caracteres.

Por exemplo, se você tiver divulgando um produto para queda de cabelo, tem que aparecer no seu título a palavra “queda de cabelo”, para que as pessoas que estão procurando algo para evitar a queda de cabelo, possam clicar no seu site.

 

 

3.Meta Descriptions

 

É a descrição que vem logo abaixo do título, que deve ser bem objetiva e se possível, não ter mais do que 155 caracteres.

Na verdade, não serve para o posicionamento, mas influencia na taxa de clique, ou seja, a pessoa ao ler a meta description já tem uma noção se aquilo a interessa ou não. E dependendo, ela clica ou não no seu site.

Esse pequeno resumo precisa despertar o interesse e chamar a atenção de seu visitante.

 

4.Uso de Headings Tags

 

Podem ir do h1 ao h6 e recomenda-se incluir a palavra-chave em alguns deles. Dessa forma, os mecanismos de pesquisa identificam a sua relevância.

Por exemplo, em uma estratégia de SEO, o H1 pode ser o nome da loja, o H2 as categorias e o H3, os produtos.

 

 

5.URLs amigáveis

 

A URL de uma página deve ser a mais curta possível e saiba que se você colocar hífens para separar as palavras, melhora a legibilidade, mas não pode exagerar.

E uma URL quando está semanticamente correta, aumenta a chance de gerar mais tráfego para o seu site.

 

6.Conteúdo

 

Cuidado para não publicar conteúdos duplicados, porque seu site pode sofrer sérias punições pelo Google, inclusive ser retirado do ar. Por isso é essencial que seu conteúdo seja único e original.

 

Procure inserir as palavras-chave nos lugares corretos, sempre mantendo a coerência com o assunto que está sendo falado. 

Além disso, reserve um tempo para criar um conteúdo que seja fácil de entender, direcionado para os interesses do seu público, sendo o mais claro e objetivo possível.

 



7.Links e arquitetura do site

 

Tanto os links externos quanto internos ajudam muito na indexação das páginas. 

Links internos são aqueles presentes dentro do seu site e ajudam bastante o leitor a navegar no site, como também acessar outras páginas com conteúdos relacionados.

Por outro lado, os links externos são linkagens com outros sites que tenham alguma relação com o seu nicho e, geralmente, especialistas em SEO  são os mais capacitados a fazer.

No entanto, toda vez que receber um link de um site de terceiros, verifique se é um site confiável e, claro, agregue valor ao seu conteúdo.

O Google valoriza muitos links que vêm de páginas com conteúdo associado, que são chamados de backlinks

Isso faz com que os robôs reconheçam que aquela é a página principal. Lembrando que a boa navegabilidade de um site é uma ótima maneira para os robôs saberem que suas páginas apresentam um conteúdo relevante.

 

Além disso, os motores de pesquisa priorizam quando há a presença de uma página no menu principal de um site.

 

8.Uso de imagens

 

Isso já foi falado, mas as imagens são ótimas para despertar a atenção dos seus visitantes. Por exemplo, se você está promovendo um produto, é possível mostrar mais detalhes sobre esse produto.

Por isso, sempre coloque uma descrição em cada uma das imagens.

 

 

9.Usando HTTPS

 

Hoje em dia, a maioria das pessoas que acessa a Internet tem muito medo de clicar em qualquer site, especialmente por causa de fraudes e roubo de dados.

Você já deve ter visto ao clicar em um site um cadeado ou “https”. Então, esse “s” do http indica que é um site seguro e no qual as pessoas podem confiar.

Vale a pena dar uma pesquisada porque existem empresas que disponibilizam o https de forma gratuita. Vários estudos já comprovaram que sites com HTTPS são bem mais competitivos, e transmitem muito mais credibilidade.

Tenha sempre em mente que SEO não é uma ou outra técnica, e sim um conjunto de técnicas, que devem ser aplicadas para gerar um maior tráfego para o seu site.

 

 

10.Experiência do usuário

 

Existe um termo chamado de User Experience em SEO, que se refere à experiência e a interação do usuário com seu site ou blog.

O seu objetivo deve ser tornar a experiência de quem visita a sua página a melhor possível, pois conta pontos a favor para o posicionamento orgânico do seu site.

Para isso, seu texto deve ser composto por parágrafos curtos, imagens, interação com outras mídias...

Procure tornar o conteúdo que oferece aos seus leitores o mais prazeroso e agradável, inclusive para quem acessa através de dispositivos móveis.

Assim, a pessoa vai ficar mais tempo na sua página e aumenta a probabilidade de conversão.

 

 

11.Tempo de carregamento da página

 

Não sei se você sabe, mas por volta de 53% dos usuários que acessam os sites através de seus smartphones, acabam saindo da página se demorar mais do que 3 segundos para carregar.

Então, esse é outro ponto para estar atento, pois isso não apenas interfere no posicionamento do site, como também na experiência dos usuários.

 

Conclusão

 

Depois de tudo o que você aprendeu, já sabe que o SEO é fundamental para aumentar a visibilidade, gerar tráfego, notoriedade e mais vendas, não importa qual seja o seu negócio.

 

Isso acontece porque uma página quando é otimizada com as técnicas certas, é encontrada com muito mais facilidade pelo internauta, e com isso, aumenta suas chances de ranquear entre os primeiros resultados de busca.

 

O nosso objetivo foi mostrar para você a importância do SEO e porque não pode ficar de fora de qualquer estratégia de marketing.

 

Contudo, se você não tiver tempo ou mesmo não souber como aplicar todas essas técnicas, vale a pena contratar especialistas no assunto para que seu site apareça nas primeiras páginas do Google ou outro mecanismo de busca.

Caso você tenha se interessado por este assunto e deseje fazer uma sessão com um profissional qualificado da área, aqui na Netbhe, você encontra excelentes profissionais preparados, além de cursos que podem te ajudar. Caso deseje uma consulta ou avaliação profissional, clique aqui e marque uma consulta com um de nossos profissionais. Para conferir nossos cursos, clique aqui.

Você também pode nos encontrar em nossas redes sociais: FacebookInstagram e Youtube.

 

 

Inscreva-se e receba as novidades da Netbhe